• Share to Facebook
    • Twitter
    • Email
    • Print

November 28, 2011

HSI: Os Formuladores de Políticas Devem Tratar do Papel da Pecuária no Aquecimento Global Durante a Conferência da ONU

Menos carne: menos calor

Humane Society International

  • istock

DURBAN, South Africa—A COP 17, conferência de mudanças climáticas das Nações Unidas, abre com esperanças de um acordo global que possa afastar os impactos mais perigosos do aquecimento global. Considerando a significativa contribuição que a criação de animais para consumo tem para a crise climática, a Humane Society International acredita que os resultados da conferência devem também incluir políticas para reduzir as emissões de gases do efeito estufa oriundas do setor da agricultura animal. Além de estar trabalhando diretamente com negociadores do clima de determinados países defendendo políticas do setor agrícola que, simultaneamente, protejam o meio ambiente, melhorem o bem-estar dos animais, e garantam a segurança alimentar, a HSI e seus parceiros vão realizar uma série de workshops e apresentações para os participantes da COP 17 — inclusive sobre a contribuição da pecuária para o problema.

Dada a importância crítica da segurança alimentar e hídrica no continente africano, há nesta 17ª "Conferências das Partes" uma maior pressão para que os países entrem em acordo sobre alternativas políticas que ajudem os sistemas agrícolas a se adaptar às mudanças climáticas e ao mesmo tempo reduzam a contribuição desse setor para o problema. De acordo com Geoff Evans, chefe da delegação da HSI, a organização vai trabalhar especificamente para desenvolver um programa de trabalho sobre agricultura no âmbito da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança do Clima. "Isso vai permitir que grupos de proteção ambiental e animal, de desenvolvimento rural e de outros âmbitos de justiça social tenham uma voz maior na definição das políticas agrícolas e climáticas nos níveis local, nacional e internacional", explicou.

A HSI se juntou recentemente à "Climate Action Network International", uma rede mundial de mais de 700 organizações não-governamentais, em mais de 90 países, que trabalham a questão das mudanças climáticas.

Para mais informações e pesquisas sobre impactos da produção animal no clima, por favor, visite hsi.org/mudancasclimaticas. Enquanto indivíduos, não precisamos esperar que os políticos ajam. Todos podem reduzir sua contribuição para as mudanças climáticas através da redução do consumo de carnes, ovos e leite.

Fatos:

  • Globalmente, cerca de 67 bilhões de animais terrestres são criados para consumo a cada ano.
  • Um relatório de 2006 da FAO afirmou que a pecuária já representa quase um quinto de todas as emissões humanas de gases de efeito estufa globalmente.
  • Um estudo de 2010 na reconhecida revista Proceedings of the National Academy of Sciences estimou que as emissões de gases do efeito estufa do setor pecuário podem aumentar em 39% até 2050.

-30-

Siga a HSI no Twitter.

A Humane Society International (HSI) e suas parceiras formam, juntas, uma das maiores organizações de proteção animal do mundo — apoiada por 11 milhões de pessoas. A HSI luta pela proteção de todos os animais através de orientação de políticas, educação e programas de assistência. HSI — proteção e respeito a todos os animais. Na web: hsi.org/brasil hsi.org.

  • Sign Up

    Coloque aqui seu nome e e-mail e fique por dentro das notícias!

  • Take Action
  • Assine nossa petição por uma lei que diminua o sofrimento dos animais criados para consumo Assine nossa petição

Media Contact List2