• Share to Facebook
    • Twitter
    • Email
    • Print

October 15, 2010

Comendo Pelo Clima no Brasil

Ativistas ressaltaram a importância de uma alimentação consciente

Humane Society International

  • Banner "Comendo pelo Clima." HSI

  • Junto a outros grupos e ativistas. HSI

  • Petiscos vegetarianos. HSI

  • Guilherme Carvalho (Gerente de Campanhas) com voluntários. HSI

No dia 10/10/10, a HSI no Brasil realizou uma atividade visando educar os brasileiros a respeito do grande impacto que a produção de carnes, ovos e leite tem sobre o aquecimento global. A proposta do dia 10/10/10, concebido pelo 350.org e conhecido como o Dia Global de Soluções Climáticas, foi conscientizar as pessoas a respeito da urgência de se enfrentar as mudanças climáticas com soluções viáveis e acessíveis. Este acontecimento mundial enviou aos líderes políticos de todo o mundo uma importante mensagem: o mundo está pronto para agir e adotar soluções para o clima.

Contando com a participação de dezenas de ativistas, a HSI difundiu em São Paulo a idéia de "comer pelo clima," isto é, fazer escolhas alimentares visando uma menor emissão de gases geradores do efeito estufa. Além de educar as pessoas sobre os benefícios climáticos de dietas menos dependentes de carnes, leite e ovos, foram distribuídas provas de comida vegetariana para mostrar que estes alimentos são não apenas ambientalmente adequados, mas também podem também ser saudáveis e deliciosos.

Segundo relatório publicado em 2006 pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), o setor da pecuária é responsável por 18% das emissões antropogênicas globais de gases do efeito estufa. Esta porcentagem inclui tanto os impactos diretos de criar bilhões de animais para consumo humano—67,5 bilhões de animais terrestres somente em 2008—quanto os impactos indiretos de produzir grãos para alimentar estes animais. De fato, estes animais consomem mais de 60% da produção global de grãos de milho e mais de 97% da produção global de farelo de soja—que geram emissões substanciais de gases do efeito estufa. Outras emissões oriundas deste setor advêm dos dejetos animais e do uso de combustíveis fósseis nas granjas industriais. No Brasil, em particular, a pecuária é um dos maiores responsáveis pelo desmatamento da Amazônia, uma vez que as florestas são convertidas em pastos ou cultivos para produção de ração. O desmatamento, por sua vez, é uma das principais fontes das emissões brasileiras de gases do efeito estufa.

Todos nós podemos ser parte da solução para as mudanças climáticas, a cada vez que sentamos para uma refeição. Adotar hábitos de consumo menos dependentes de carne, ovos e laticínios pode retardar os efeitos das mudanças climáticas. Optando por dietas veganas, vegetarianas ou "flexitarianas", você não apenas pode proteger o meio ambiente, mas também promover o bem-estar dos animais.

Para mais informações sobre como você pode ajudar, visite a página da HSI sobre alimentação consciente ou veja todos os nossos conteúdos sobre agricultura animal e mudanças climáticas.

  • Sign Up

    Coloque aqui seu nome e e-mail e fique por dentro das notícias!

  • Take Action
  • Ajude as galinhas dizendo NÃO às gaiolas em bateria Assinar o Compromisso