• Share to Facebook
    • Twitter
    • Email
    • Print

August 29, 2016

Alsea se compromete a abastecer-se somente com ovos livres de gaiolas

Humane Society International

  • Livre de gaiolas. HSI

A Alsea, grupo mexicano operador de restaurantes líder na América Latina, anunciou que migrará para uma cadeia de fornecimento de ovos 100% livres de gaiolas até 2025. O anúncio vem depois de muitos anos de trabalho com a Humane Society International (HSI), uma das maiores organizações de proteção animal do mundo.

A Alsea administra grandes redes como Burger King, Domino’s, Starbucks, VIPs, Chili’s, California Pizza Kitchen, PF Chang’s, El Porton, Foster’s Hollywood, Pei Wei, Italianni’s e Cheesecake Factory em alguns países da América Latina. A política se aplica às três mil unidades que a Alsea administra no México, Argentina, Chile, Colômbia, Brasil e Espanha. No Brasil, a empresa administra com exclusividade o P.F. Chang's China Bistro, marca líder no segmento de restaurantes de gastronomia asiática nos Estados Unidos.

Elissa Lane, vice-diretora do departamento global de animais de produção da HSI, disse: “Elogiamos a nova política da Alsea. Ao adotar uma política de compra de ovos 100% livres de gaiolas, a empresa leva a sério a responsabilidade social e as preocupações dos consumidores sobre como os animais são tratados durante a produção de alimentos. Essa iniciativa melhorará a vida de inúmeros animais e envia uma mensagem clara para a indústria de ovos no Brasil e na América Latina, de que a produção em sistemas livres de gaiolas é o futuro da produção de ovos”. 

Alfonso Tinoco, diretor de Consumo Responsável da Alsea, disse: “O anúncio de hoje prova que a Alsea está comprometida com o bem-estar dos animais criados para consumo humano, assunto que é cada vez mais importante para nossos clientes. Estamos convencidos de que a colaboração com diferentes atores fará a diferença para melhorar o bem-estar dos animais”.

No Brasil, a maioria das galinhas poedeiras é confinada por toda a vida em gaiolas em bateria, tão pequenas que elas não podem sequer esticar suas asas completamente. Um número crescente de empresas no Brasil tem se comprometido a mudar para uma cadeia de fornecimento livre de gaiolas, como Sodexo, Grupo Bimbo, Unilever e Nestlé. E mais de 200 empresas já anunciaram políticas similares nos Estados Unidos.

Contatos de Mídia:

Brasil: Fernanda Vieira, fvieira@hsi.org, 11 98905-3848

Estados Unidos: Raúl Arce-Contreras, rcontreras@humanesociety.org, 301-721-6440