• Share to Facebook
    • Twitter
    • Email
    • Print

October 21, 2016

Taiwan proíbe testes de cosméticos em animais

#BeCrueltyFree comemora marco para a campanha e convida agora o governo a proibir a venda de cosméticos importados testados em animais

Humane Society International

  • Taiwan proíbe testes de cosméticos animal. HSI

Taiwan se juntou ao crescente movimento mundial para acabar com a crueldade no setor cosmético hoje com a aprovação de uma legislação proibindo testes de cosméticos em animais. O projeto de lei, proposto pelos legisladores Wang Yumin e Zhuang Rui Xiong, altera o “Control for Cosmetic Hygiene Act” de Taiwan e proíbe os testes em animais tanto para os produtos acabados quanto para os ingredientes cosméticos. A legislação entrará em vigor em 2019.

A campanha #BeCrueltyFree Taiwan, liderada pelas ONGs Taiwan SPCA e Humane Society International, tem sido fundamental para atingir esse marco para o bem-estar animal. Durante uma campanha de dois anos, #BeCrueltyFree trabalhou junto com o legislador Wang Yumin e reuniu o apoio de celebridades taiwanesas conhecidas e amantes dos animais, como Aya, Junior e Lisa Wang. Uma recente pesquisa de opinião encomendada pela Taiwan SPCA mostra que 69,2% dos consumidores de Taiwan apoiam a proibição e 76,5% acreditam que os animais não devem sofrer em nome da beleza.

Claire Mansfield, diretora global da campanha #BeCrueltyFree da HSI, disse: “A integração de Taiwan ao crescente movimento internacional contra os ensaios de cosméticos em animais é motivo de celebração. Taiwan assume a liderança contra esses testes cruéis no Sudeste Asiático, tornando-se o primeiro país da região a proibi-los. É verdadeiramente uma vitória tanto para o bem-estar animal quanto para os consumidores compassivos; e mais uma conquista para a campanha #BeCrueltyFree. Infelizmente, cosméticos testados de forma cruel em animais ainda estarão disponíveis em Taiwan se o produto for importado, mas o nosso objetivo agora é o fim da importação e da venda de cosméticos recém-testados em animais”.

A coordenadora da Taiwan SPCA e da campanha #BeCrueltyFree em Taiwan, Joy Liou, disse: “Estamos muito felizes que Taiwan decidiu dar esse passo à frente e votou para acabar com os testes de cosméticos em animais. Esses testes causam dor e sofrimento e geram resultados que nunca foram comprovados como confiáveis para garantir a segurança humana, além de não representarem a ciência moderna. Hoje celebramos essa importante vitória, e amanhã vamos olhar para frente e obter a proibição de venda dos produtos recém-testados em animais fora de Taiwan, de modo que os cosméticos cruéis sejam totalmente eliminados do mercado desse país”.

A aprovação da lei alinha Taiwan com mais de 30 países, representando mais de 1,7 bilhão de consumidores que já aderiram ao movimento #BeCrueltyFree. O maior mercado cosmético do mundo, a União Europeia, bem como Noruega, Israel, Índia, Nova Zelândia, Coreia do Sul, Turquia e vários estados do Brasil, decretaram proibições totais ou parciais dos testes em animais para os produtos e ingredientes cosméticos. Legislações semelhantes estão tramitando nos Estados Unidos, Canadá, Brasil, Austrália, Argentina e em outros lugares sob a liderança de equipes da campanha #BeCrueltyFree nesses países.

Os consumidores podem demonstrar seu apoio à nova legislação que visa acabar com a importação e a venda de cosméticos recém-testados em animais e dar um fim completo à crueldade nos cosméticos em Taiwan assinando a petição em: http://goo.gl/ftNM7N

Nota: Pesquisa de opinião nacional realizada pela Trend Survey and Research Co., em abril de 2015, com amostra de 1073 pessoas e um nível de confiança de 95% (margem de erro + - 3 por cento).

(FIM)

Contatos:

HSI: Raul Arce-Contreras, rcontreras@humanesociety.org, 240-620-3263

Taiwan SPCA: joy.liou@spca.org.tw +886 2 2738-2130

 

  • Sign Up
  • Take Action
  • Take the global pledge to Be Cruelty-Free Sign Now

Media Contact List2